o regresso de mary poppins

O Regresso de Mary Poppins

Se viu “Mary Poppins” de certeza que nunca mais se esqueceu da "supercalifragiliexpialidosa" ama da família Banks e do seu guarda-chuva voador. Esta inesquecível comédia musical, repleta de fantasia e encantamento, volta 54 anos depois com Emily Blunt no papel de Mary Poppins. Um clássico de Hollywood que é agora homenageado com “O Regresso de Mary Poppins”. A essência do original mantém-se e o espírito nostálgico promete fazer sonhar todas as crianças e adultos.

SAIBA MAIS VER ARTIGOS

“O Regresso de Mary Poppins” surge como uma continuação do filme original dos anos 60. Os detalhes do nº17 na rua das Cerejeiras mantêm-se, uma Londres devastada pela Grande Depressão emerge, e o guarda-roupa e a música fazem-nos recuar décadas. Emily Blunt interpreta Mary Poppins de forma cativante sem perder a essência inicial, e divide o pódio com Lin-Manuel Miranda que interpreta Bert, o seu amigo limpa-chaminés que a acompanha nas aventuras.

Filme "O Regresso de Mary Poppins"

Com uma narrativa semelhante ao clássico, Mary Poppins (interpretada por Emily Blunt) desce dos céus 25 anos depois, para uma Londres abalada pela Grande Depressão, para ajudar de novo a família Banks. Só se alteraram os destinatários, Jane (Emily Mortimer) e Michael Banks (Ben Whishaw), os irmãos de quem cuidou em criança, são agora adultos que atravessam uma época trágica. Michael perdeu Kate, a sua esposa, e as três crianças, John, Annabel e Georgie, ficam a seu cargo e de Jane. Paralelamente, os irmãos estão também em risco de perder a casa de família em que vivem há 24 anos. É neste momento que Mary Poppins decide descer dos céus para ajudar Michael. Apesar de Poppins vir desempenhar o papel de ama das crianças, desde o início do filme percebe-se que o papel da ama é muito mais do que isso. Mary Poppins vem relembrar Jane e Michael de todos os ensinamentos que lhes deixou e ajudá-los a trazer o espírito infantil e a magia de volta às suas vidas, terminando com “Obrigada, Mary Poppins”.

Mary Poppins – História

Adaptado do livro de Pamela Lyndon Travers (escritora de livros infanto-juvenis) “Mary Poppins” é um clássico da Disney interpretado por Julie Andrews e Dick Van Dyke, galardoado com cinco Óscares – melhor atriz (Julie Andrews), melhor edição, melhores efeitos visuais, melhor banda sonora e melhor música original para “Chim Chim Cher-ee”.
O sucesso de "Mary Poppins" levou a várias interpretações nos musicais da Broadway e em West End, e no filme “Ao Encontro de Mr. Banks”, de 2014. Um drama biográfico sobre os bastidores de “Mary Poppins”, em que Tom Hanks interpreta o papel de Walt Disney, relatando todos os desafios ultrapassados para adquirir os direitos de produção do filme.

Filme "Mary Poppins"

No início do século XX, em Londres, Jane e Michael fazem com que mais uma ama se despeça da casa dos Banks devido a não conseguir lidar com as crianças. Mr. Banks, um banqueiro austero e frio, decide tomar medidas e escolher ele próprio uma ama para os filhos. Após colocar um anúncio no jornal com as exigências da contratação, Mr. Banks seleciona Mary Poppins, uma ama muito peculiar que se livra de todas as suas concorrentes através de passos mágicos. Mary Poppins vai estabelecer novas regras ao mesmo tempo que conquista as crianças e as leva numa viagem pelo fabuloso mundo do “faz de conta” sempre acompanhada pelo seu amigo Bert, o limpa-chaminés.

Curiosidades
  • "Mary Poppins" é o primeiro livro de uma série de seis livros sobre as aventuras de Mary Poppins;

  • "Mary Poppins" estreou em 1964, após mais de 20 anos de tentativas de Walt Disney para convencer a autora, P.L. Travers, a ceder os direitos da obra para a produção do filme;

  • P. L. Travers exigiu participar na construção do guião e teve sempre uma voz muito crítica, concordando apenas com a seleção da atriz Julie Andrews para interpretar o papel de Mary Poppins, e nunca concordou com o resultado final do filme;

  • A história do livro foi adaptada e alterada para o filme “Mary Poppins”, nomeadamente no número de filhos do casal Banks e na relação que Mary Poppins tinha com o seu amigo Bert;

  • Em “O Regresso de Mary Poppins”, Dick Van Dyke, que interpretou a personagem de Bert no filme de 1964, é o único ator que regressa, para aos 94 anos de idade, realizar uma participação num número de dança.

  • Produtos Comparados

    Limpar Tudo

    ×
    Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.