melhores posts em redes sociais
melhores posts em redes sociais
Social Media
Digital Culture

Melhores Posts
em redes sociais

Já pensaste num mundo sem redes sociais? Como é que ocuparias tempo numa viagem aborrecida de metro? E numa aula ou dia de trabalho em que está a ser mais difícil concentrares-te? Ou ainda naqueles minutos antes de adormeceres ou aquele “boost” para começar bem a manhã? Estima-se que, em 2018, cada indivíduo passou em média 2 horas e 22 minutos em redes sociais, a ler opiniões em tweets, a colocar like em imagens ou a comentar e partilhar os seus vídeos e posts favoritos. Em plataformas como o Facebook, o Instagram, o Twitter e o YouTube, mil milhões de conteúdos são publicados diariamente e, como todos nos lembramos, alguns deles acabam por ser mais eficazes a gerar discussão e a ficar na nossa memória coletiva. São os chamados “posts virais”.

Ellen nos Óscares

Em 2014, enquanto host da cerimónia mais famosa de Hollywood, Ellen Degeneres tirou uma selfie com um elenco de luxo: foram “escolhidos” Meryl Streep, Brad Pitt, Jennifer Lawrence, Bradley Cooper e Julia Roberts, entre outros, para entrarem numa fotografia que acabou por ser publicada na conta do Twitter da apresentadora com a descrição “If only Bradley’s arm was longer. Best photo ever. #oscars” (Se ao menos o braço do Bradley fosse maior. Melhor foto de sempre. #oscars). Poucos dias depois da publicação, a fotografia já contava com mais de 30 milhões de visualizações, tinha sido retweetada mais de 3 milhões de vezes e vista por mais de 8 milhões de pessoas. Ainda hoje permanece no top 3 de tweets mais populares de sempre.

A Madame Chewbacca

Pouco depois da introdução do Facebook Live, em 2016, a plataforma de Mark Zuckerberg conseguiu ter o seu primeiro vídeo viral. Após o regresso da saga Star Wars, Candace Payne decidiu comprar uma máscara da famosa personagem e filmar-se no carro enquanto se divertia a experimentá-la pela primeira vez. O vídeo acabou por, em pouco tempo, ultrapassar as 100 milhões de visualizações e foi partilhado por mais de 3 milhões de pessoas.

Um ovo “bate” o recorde do Instagram

Este exemplo recente acabou por se tornar o recordista de likes na plataforma detida pelo Facebook. Uma página anónima chamada “world_record_egg” definiu como objetivo, desde o primeiro dia da sua criação, fazer com que a foto de um ovo normalíssimo se tornasse a foto mais popular do Instagram, ultrapassando a Kylie Jenner (que, 18 milhões de gostos, detinha o título com uma foto da sua recém-nascida). Passados alguns dias, o poder da word of mouth fez com que o “ovo” ultrapassasse a celebridade e ocupasse o primeiro lugar. Com 8.5 milhões de seguidores e já com mais de 50 milhões de gostos, o ovo continua a liderar este ranking apesar de entretanto já se ter partido.

Rapidamente no topo do Youtube

Ao contrário do que nos diz a música “Despacito” de Luis Fonsi e Daddy Yankee, a evolução das visualizações do seu videoclipe foi tudo menos lenta. O hit foi lançado em 2017 e não demorou a liderar todos os tops de músicas; o YouTube não foi uma exceção. Em 2018, o vídeo foi o primeiro a ultrapassar as 5 mil milhões de visualizações e, em 2019, foi o primeiro a ultrapassar as 6 mil milhões de visualizações. Continuou isolado na liderança, à frente de “Shape Of You” do Ed Sheeran e de “See You Again” do rapper Wiz Khalifa com Charlie Puth..

E as marcas?

Quer seja para promoverem os seus produtos ou para se associarem a uma mensagem, existem vários casos de sucesso “viral” de conteúdo produzido por marcas. A Old Spice foi uma das primeiras marcas a tirar proveito da visibilidade que as redes sociais conferiam, com uma campanha à qual chamou "The Man Your Man Could Smell Like" (O Homem Ao Que O Teu Homem Podia Cheirar). A criatividade do vídeo e o carisma da personagem principal fez com que este tenha atualmente mais de 50 milhões de visualizações no YouTube e acabou até por definir a direção e imagem das campanhas seguintes da marca.

Em 2013, a Dove desenvolveu a campanha “Real Beauty Sketches” (Esboços de Beleza Real), na qual comparava os retratos da mesma pessoa quando esta se descrevia a ela própria ou quando um estranho a desenhava. O resultado mostrava que o desenho imaginado por estranhos invariavelmente acabava por ser mais bonito que o que nós próprios temos de nós. O vídeo foi um sucesso e ultrapassou as 100 milhões de visualizações no YouTube. Em 2016, a Momondo, uma plataforma de pesquisa de viagens de avião, criou um conteúdo intitulado “The DNA Journey” (Viagem do ADN), no qual entrevistava diversas pessoas e demonstrava que, na origem do seu ADN, estavam diversas culturas, algumas das quais nem conseguiam imaginar. Entre o Facebook e o YouTube, a campanha ultrapassou as 50 milhões de visualizações.

Produtos Comparados

Limpar Tudo

×
Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.