worten game ring XF Iberia

Melhores Jogos de Sempre para os Streamers Portugueses

Jogos de carros, de motos, de guerra, de ação e tantas outras categorias… Todos nós temos um videojogo preferido, aquele que jogamos mais, aquele que nos fez apaixonar pelo mundo virtual, ou aquele que guardamos num cantinho especial, literal ou metaforicamente falando.

Melhores Jogos de Sempre: Opinião dos Streamers Portugueses

Quisemos saber mais sobre os videojogos de eleição de alguns dos nossos streamers favoritos, por isso perguntámos ao MoraisHD, ao impaKt, à Helena Santos, à ymna e ao Archarom se ainda se lembram do primeiro título que jogaram, qual aquele que mais os marcou e qual consideram atualmente como o seu jogo de eleição.

MoraisHD

Quando questionado sobre o primeiro videojogo que se lembra de ter “pegado”, o MoraisHD recua atrás no tempo: “O primeiro jogo que me recordo de jogar foi no velhinho ZX Spectrum, com o nome de Match Day. Era um jogo de futebol que, para a altura, era inacreditável! Estávamos nos anos 80 e eu nem sequer tinha ainda idade para ir à escola."

Com esta introdução ao mundo dos jogos no ZX Spectrum, o MoraisHD transacionou para a clássica Sega Saturn. “O jogo que mais me marcou foi o Tomb Raider 1 para a Sega Saturn. Na altura esse sistema revolucionou os videojogos e era como ter uma arcade em casa!”, conta-nos o streamer. “Apesar de periodicamente ainda hoje jogar o Tomb Raider nesse sistema, com o decorrer dos anos acabei por ganhar um novo amor. O jogo Shenmue para a consola Sega Dreamcast é o meu jogo favorito de todos os tempos, sem qualquer sombra de dúvida. Estou muito entusiasmado pois, após 19 anos, vai sair finalmente o último episódio desta trilogia, agendado para o próximo Agosto.”

impaKt

Bruno "impaKt" Moutinho escolheu dois títulos intemporais para o introduzirem ao mundo dos videojogos: “O primeiro jogo que joguei no PC foi o já antiguinho Prince of Persia, mas a minha primeira experiência numa consola foi o Alex Kid, para a Master System da Sega.”
A partir daí, a paixão por este mundo só se tornou mais forte, em grande parte graças a um certo jogo: “O jogo que mais me marcou foi provavelmente o Omikron: The Nomad Soul (lançado para PC e Dreamcast). Foi o meu primeiro 'open world' com uma história que me cativou, mas foi a banda sonora e os concertos secretos de David Bowie espalhados pelas cidades que o tornaram numa experiência de que nunca me vou esquecer.”

E hoje em dia, será que essa paixão se mantém? Bruno esclarece-nos: “Penso que, no entanto, o jogo mais recente ‘Elder Scrolls: Skyrim’ é o meu actual favorito. É uma mitologia brilhante que incentiva à exploração, com uma banda sonora fantástica e é um jogo que nos faz perder conta às horas que afundamos nele. Já não o jogo regularmente mas mal posso esperar pelo próximo título!”

Helena Santos

A ingressão da Helena “Sexy Rager” Santos pelo mundo dos videojogos começa de maneira pouco marcante: “Sinceramente não me lembro bem do primeiro videojogo que joguei, contudo diria que foi Bugs Bunny no Game Boy Color, ou algo como Crash Bandicoot na PlayStation.” Mas se os primeiros jogos não ficaram na memória da streamer, o mesmo já não se pode dizer quando começou a jogar League of Legends, o jogo que mais a marcou até hoje - “larguei o meu grande vício pelo Counter-Strike 1.6 e apostei num ‘moba’ para entreter os meus dias. É marcante porque foi lá que conheci o rapaz com quem namoro há 5 anos! Continua a ser o jogo que mais gosto, o que mais jogo e o que mais me diverte! Sem contar com alguma azia pelo meio”, revela Helena em tom de brincadeira.

Apesar de League of Legends ser o jogo número 1 para a streamer, o seu gosto é variado: “Adoro jogar todo o tipo de jogos, desde jogos com xadrez e damas até ao Call of Duty!

ymna

O começo da streamer Sara “ymna” pelo mundo virtual deu-se numa consola mítica dos anos 90: “O meu primeiro contacto com videojogos foi com o GameBoy, sendo que o que acabei por jogar mais foi ‘Zelda, Oracle of Ages’ (este jogo saiu em 2001!). Ainda estava eu na primária e o jogo não existia em versão portuguesa. Havia algumas coisas que não percebia em inglês e lembro-me perfeitamente de perguntar a um amigo, que também tinha o jogo, o que precisava de fazer em certas partes… Bons tempos!”

Apesar de ter começado com ‘Zelda' no Gameboy, foi o ‘Counter-Strike’ que ganhou maior destaque. “O jogo que mais me marcou foi provavelmente ‘CS:S’! Foi o primeiro jogo que experimentei (e viciei) online. Os meus amigos da secundária andavam a jogar e apresentaram-me. Foi a partir daqui que comecei mais a utilizar a internet.” Tal como muitos outros fãs do jogo, para Sara o título tinha algo diferente de tudo o que tinha jogado até ali: “A possibilidade de jogar em conjunto, através de diferentes lugares, com os meus amigos era outro mundo por isso, este jogo, além de permitir o convívio fora da escola, fez com que fosse também mais competitiva, resultando nas primeiras experiências de estar em equipas, treinar e mesmo participar em torneios online e offline, como, por exemplo, eventos de Lan Party como a conhecida XL Party de antigamente (com os jogadores a dormir debaixo das mesas e com megafones).” O Counter-Strike: Source ocupa o principal lugar no coração da streamer ymna, mas este ainda deixa espaço para uma outra paixão - “Gostava também de deixar menção honrosa para ‘Prince of Persia: Sands of Time’, uma vez que foi o primeiro jogo da PS2 que completei, acrescentando que tinha mecânicas e história incríveis.”

Será que hoje em dia estas paixões de infância ainda se mantêm? Sim e não. “Para mim ‘CS:S’ será sempre especial, mas com o tempo os jogos são atualizados ou descontinuados. Neste caso, o que se joga agora é ‘CS:GO’ (versão mais recente) e eu gosto, mas já só vou jogando de vez enquanto, por saudade ou porque alguém no Discord um dia se lembra e lá vamos cinco. Ultimamente, on e off stream, tenho andado a jogar principalmente singleplayers com uma boa história, desde jogos de acção como ‘Devil May Cry’/‘Tomb Raider’ a jogos mais de puzzle como ‘GRIS’/‘Last Day of June’, sendo provavelmente este modo de história que gosto mais. No entanto, jogos multiplayer, como ‘League of Legends’, é sempre uma constante para convívio com os amigos!”

Archarom

Para o carismático Alexandre “Archarom” Maia, as memórias relativas aos videojogos não estão bem nítidas. Não se lembra ao certo qual foi o primeiro título que jogou, mas sabe qual foi o que mais o marcou: ‘Mega Man 1’, lançado em 1987, quando o streamer ainda nem era nascido! “Foi com aquele jogo que tive a possibilidade de partilhar o gameplay com o meu pai e foi a primeira escada da minha vida nos jogos.”

No entanto, há um outro videojogo com um significado especial para Archarom: “A saga de ‘Final Fantasy’ deixou-me uma marca única, especialmente o 7 e o 9. Mas tenho que dar favoritismo ao 7 por razões muito pessoais”, explica o streamer. “História, gameplay, música e muito mais deixara-me colado à cadeira e transportaram-me para um mundo diferente. Foi numa altura da minha vida em que eu ia ser operado e não podia andar, o que me deixou isolado do mundo durante uns meses. Poder ligar a PS1, imergir naquele mundo único e esquecer um pouco o real trouxe-me uma paixão única pelos videojogos.”

Ainda assim, o jogo de eleição para Archarom é hoje um outro: “Apesar de ter sido um jogo [‘Final Fantasy’] que nunca me irei esquecer - estou mortinho pelo dia em que saia o remake do 7-, tenho de dizer que o ‘The Last of Us’ roubou o lugar de principal.”

Produtos Comparados

Limpar Tudo

×
Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.