Conheça os grandes vencedores de Óscares 2018

Sem grandes surpresas, a noite dos Óscares no Dolby Theatre foi marcada pela vitória de “A Forma de Água” de Guillermo del Toro, tanto como melhor filme, como melhor realizador. Francis McDormand recebeu a estatueta de Melhor Atriz por “Três Cartazes à Beira da Estrada” e Gary Oldman viu a sua prestação como Winston Churchill em “A Hora Mais Negra” ser glorificada com o Óscar de Melhor Ator. No campo de atores secundários, Allison Jenney levou para casa o Óscar de Melhor Atriz Secundária por “Eu, Tonya” e Sam Rockwell recebeu o Óscar de Melhor Ator Secundário por “Três Cartazes à Beira da Estrada”.

Recorde aqui as principais nomeações à 90º cerimónia dos óscares.

A Forma da Água

Com direito a quatro estatuetas douradas, “A Forma da Água” estava nomeado para onze categorias. Ainda assim, foi o grande vencedor da noite arrecadando os prémios mais aguardados: Melhor Filme e Melhor Realizador. O Óscar de Melhor Banda Sonora e de Melhor Direção Artística também foram entregues à história de Guillermo del Toro.

Dunkirk

Nomeado para oito categorias, incluindo melhor realizador e melhor filme, Dunkirk conseguiu levar para casa três Óscares. O Óscar de Melhor Montagem, Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Mistura de Som foi assim entregue ao filme de Christopher Nolan.

A Hora mais Negra

Marcado pela interpretação de Gary Oldman como Winston Churchill, que acabou mesmo por levar o Óscar de Melhor Ator para casa, “A Hora Mais Negra” teve ainda direito a mais uma estatueta dourada. O filme que se centrava na decisão de Churchill sobre avançar com a guerra contra a Alemanha ou alcançar um acordo de paz, ganhou ainda o Óscar de Melhor Caracterização.

Três Cartazes à Beira da Estrada

No campo das interpretações, “Três Cartazes à Beira da Estrada” levou ainda dois Óscares para casa. O Óscar de Melhor Atriz foi assim para Frances McDormand e o Óscar de Melhor Actor Secundário chegou às mãos de Sam Rockwell. Apontado como provável vencedor de Melhor Filme, “Três Cartazes à Beira da Estrada” apenas conseguiu arrecadar duas vitórias das seis categorias a que estava nomeado.

Blade Runner 2049

Nomeado para cinco Óscares, “Blade Runner 2049” estava nomeado para as categorias técnicas. Melhor fotografia e melhores efeitos visuais foram distinguidos pela Academia na sequela de “Blade Runner”. Lançado 35 anos depois do primeiro filme, “Blade Runner 2049” parece ter conquistado a crítica no que toca aos seus visuais.

Coco

Não foi só na categoria de Melhor Filme de Animação que “Coco” se destacou. O filme da Disney também foi distinguido com o Óscar de Melhor Canção Original. Interpretado por Gael Garcia Bernal e escrito por Robert Lopez e Kristen Anderson-Lopez, a vitória de “Coco” tornou-se também em uma das surpresas da noite.

Produtos Comparados

Limpar Tudo

Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.×