jogos playstation classic
Atualidade
Gaming

Melhores jogos disponíveis
na Playstation Classic

PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch fazem parte do quotidiano da maioria dos gamers em 2018. É um mundo onde o enredo dos videojogos se funde com a cinematografia de tal maneira que nos esquecemos de como era as o mundo das consolas no final dos anos 90 do século passado. E é aqui que vai entrar a nova Playstation Classic.

O apelo estético e gráfico de títulos como Uncharted, Horizon Zero Dawn, God of War ou, mais recentemente, Red Dead Redemption 2, tem aquele visual incrivelmente charmoso que muitos dos gamers esperam dos jogos que vão sendo lançados. Mas aqueles que estão na casa dos 30 (ou perto disso) ainda conseguem retirar prazer dos limites que o hardware das máquinas de há 20 anos impunham.

Muitos reiteram que se trata de mera nostalgia, outros dirão que ‘um clássico é um clássico’ e que a idade não é para aqui chamada. No entanto, a verdade é que são títulos que marcaram uma geração e sem os quais muito dificilmente estaríamos a desfrutar daquilo que jogamos atualmente.

Assim que foi lançada no final de 1994, a PlayStation da Sony iria varrer a geração das consolas muito por culpa dos seus 32 bits. A introdução da máquina gerou ondas de choque em toda a indústria e cimentou a Sony como uma terceira concorrente num mercado que até então era totalmente dominado pela Sega e pela Nintendo. Mais: conseguiu bater em vendas as consolas mais potentes do mercado — Nintendo 64 e a Sega Dreamcast — antes mesmo da PlayStation 2 ser lançada (aconteceria em 2000).

E isto aconteceu em parte porque na Sony conseguiram contornar as limitações da máquina e espremer até à última gota aquilo que esta podia dar. É por isso que alguns jogos pareceram incríveis se tivermos em conta o momento em que foram lançados, mas também porque continuam a despertar interesse e aguçar a nostalgia de muitas adolescências e infâncias.

Seguindo as pisadas da NES Classic e Super Nintendo Classic da Nintendo, agora é a vez da Sony entrar na corrida clássica do mundo das consolas “nostálgicas”. Com a popularidade das primeiras em crescendo, a Sony não quis ficar de fora e seguiu o exemplo, avançando com o lançamento da PlayStation Classic, uma versão em miniatura da PlayStation original com 20 jogos daquela consola.

A lista dos jogos que estará disponível para esta ‘nova’ consola já é conhecida e apresenta algumas escolhas óbvias, como o Final Fantasy VII. Mas a verdade é que jogos como “Tomb Raider” ou “Gran Turismo” acabaram por não figurar na listagem final deste exercício de revivalismo. No entanto, já se sabe que na hora de fazer listas ou eleger “os melhores” fica difícil de agradar a todos. É que o principal problema é que o universo de jogos originais da PlayStation é tão vasto e com tanta qualidade que é difícil — para não escrever que é praticamente impossível — agradar a gregos e a troianos.

No entanto, passando daqueles que não estão para os que podem ser jogados, deixamos cinco jogos que irão certamente fazer as delícias daqueles que cresceram com eles.

Grand Theft Auto (PS1, 1998)

A saga GTA existe há quase duas décadas e tem uma dúzia de títulos. Contudo, este é o jogo que deu início à fama, sucesso e virtudes que hoje reconhecemos à produtora Rockstar Games.

Quando se trata de mapas abertos e de descobrir cidades inteiras no seu pleno, a Rockstar é do melhor que há no mercado e as séries Grand Theft Auto e Red Dead Redemption são as suas duas maiores bandeiras.

Todavia, em vez dos mundos abertos em 3D aos quais a série habituou os seus jogadores desde o GTA 3, o GTA 1 é um jogo de ação 2D cujo ponto de vista é de cima para baixo e tem mais em comum com Micro Machines e Pac Man do que com o GTA V. É uma interessante viagem pela estrada da memória.

Rayman (PS1, 1995)

Apesar de ter mais de 20 anos, o jogo saído do imaginário de Michel Ansel continua a beber de uma excelente animação e design de personagens. É um verdadeiro clássico jogo de plataformas e o primeiro jogo da série Rayman.

Aclamado pela crítica e adorado pelos fãs, o Rayman original ficou conhecido pela sua animação e música inovadoras — e por parecer um jogo que teima em resistir ao teste do tempo.

Na história do jogo, a Clareira dos Sonhos foi invadida pelos malvados Darktoons, pelo que o Concílio das Fadas invoca Rayman para salvar o dia, mas falta qualquer coisa ao nosso herói da luz…

Apesar da sua dificuldade em alguns momentos, o jogo é divertido, elegante e inteligente. Um clássico.

Atualidade
Gaming

Metal Gear Solid (PS1, 1998)

Em MGS1, os jogadores assumem o papel de Solid Snake, um agente das forças especiais que tem como objetivo infiltrar-se numa fortaleza do Alasca. Porém, há o pequeno senão de ter de o fazer desarmado e equipado apenas com binóculos e um maço de cigarros.

No jogo, somos colocados no centro de várias missões secretas e de espionagem. Os inimigos são mais que muitos e reagem à visão e ao som — o que é sinónimo de estar quieto, não fazer barulho e fazer o trabalho nas sombras. Se é visto, o inimigo entra em fase de alerta e ataca com uma força esmagadora.

Snake tem não só que resgatar reféns, como também de destruir uma poderosa arma conhecida por Metal Gear, um tanque de batalha ambulante equipado com armas nucleares.

Porém, o seu grande trunfo passa por se tratar de uma história emocionante que oferece múltiplos finais e uma experiência verdadeiramente cinematográfica. É por isso que o seu criador, o japonês Hideo Kojima, recebeu um imenso crédito pelo mundo que criou em torno de Solid Snake, uma das personagens mais populares da indústria dos videojogos e que é altamente acarinhada pela crítica e pelos gamers.

TEKKEN 3 (1997)

O terceiro episódio de Tekken foi o pináculo da saga e é considerado por uma grande fatia dos fãs como o melhor da série.

A sua produtora, a Namco, conseguiu um feito deveras impressionante, ao fazer a transição de um jogo de arcadas para as consolas domésticas, reduzindo a qualidade dos visuais de fundo. Como resultado, os modelos das personagens, animação e a fluidez do jogo ainda hoje parecem atuais.

É certo que os gráficos no futuro se iriam tornar muito mais suaves, nítidos e realistas à medida que a série continuou a evoluir, mas se nos recordamos que Tekken 3 data de 1998, pouco ou nada fica por dizer em relação à estética do jogo.

Atualidade
Gaming

Final Fantasy VII (1997)

Foi o primeiro Final Fantasy para a geração Playstation — precisamente quando a popularidade das consolas explodiu — e foi aquele com que muitos dos gamers cresceram e, por isso, sentem por ele um afeto peculiar e uma carinhosa nostalgia.

Depois, há que contar também que a relação entre Cloud e Sephiroth é algo mais profundo que um mero enredo de um videojogo. O primeiro é o herói; o segundo, alegadamente, o vilão. Isto não esquecendo, obviamente, a morte de uma das personagens (Aeris), nomeadamente aquela que simbolizava a pureza em Gaia (no universo do jogo é assim que a nossa Terra se chama).

Existem dois espaços onde a ação se desenrola: fora e dentro do campo de batalha. Porque podemos ir às lojas comprar itens e armas, conversar com os habitantes da cidade e colecionar tesouros, mas também vamos ter encontros aleatórios com inimigos invisíveis, que num ápice podem fazer o mundo brilhar e transportá-lo para a linha de combate.

Tal como Metal Gear Solid, é um jogo massivo e composto por 3 CD’s e com uma história repleta de twists que aborda temas como a felicidade, o amor e a traição. Mas a música, a arte, a cor e os gráficos acompanham aqueles que o jogaram da data de lançamento até aos dias de hoje.

A lista completa

A loucura automóvel de Destruction Derby ou de Twisted Metal, o shooter cujo enredo gira em torno dos agentes especiais Gabriel Logan e Lian Xing, que são incumbidos pelo governo dos Estados Unidos de prender um terrorista internacional chamado Erich Rhoemer em Syphon Filte, passando pelo mundo diabólico de Oddworld onde toda a gente quer comer Abe, um varredor de chão Mudokon de primeira classe: todos estes são jogos que poderão ser novamente desfrutados nesta nova versão da Playstation.

Eis a lista completa:
Battle Arena Toshinden™
Cool Boarders 2
Destruction Derby
Final Fantasy VII
Grand Theft Auto
Intelligent Qube
Jumping Flash
Metal Gear Solid
Mr Driller
Oddworld: Abe's Oddysee®
Rayman
Resident Evil™ Director's Cut
Revelations: Persona
Ridge Racer Type 4
Super Puzzle Fighter II Turbo®
Syphon Filter
Tekken 3
Tom Clancy’s Rainbow 6
Twisted Metal
Wild Arms

Por fim, resta só dizer que a acompanhar a consola miniatura vem ainda um cartão de memória virtual, um cabo HDMI para ligar à TV e dois comandos com fios (clássicos, sem dual sock).

A PlayStation Classic é lançada a 3 de dezembro de 2018 com um PVE (Preço de Venda Estimado) de 99,99 €.

Produtos Comparados

Limpar Tudo

×
Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.