Dê conforto ao seu lar com a tecnologia mais eficiente e esteja preparado/a para o Inverno.

Descubra os melhores equipamentos para manter a sua casa mais quente e a sua família mais confortável.

Aquecedores Elétricos

Existem vários tipos de aquecedores elétricos com o objetivo de garantir o aquecimento.
A diferença entre estes prende-se sobretudo pelos sistemas de aquecimento que usam. Poderá optar entre:

Irradiadores a óleo:

Tal como o nome indica o aquecimento é feito através da circulação interna de óleo. Este é aquecido pela resistência elétrica nele imersa que, consequentemente, aquece também a divisão onde se encontra. Asseguram um aquecimento rápido do ar e, como não são fixos, permitem a deslocação entre divisões.

Ver Artigos

Convetores:

O aquecimento do ar acontece graças a uma resistência elétrica que aquece o ar frio que a atravessa, aquece-o e propaga-o, normalmente por ventilação, reaproveitando-o à medida que este arrefece novamente. Garantem um aquecimento do ar rápido e, como não são fixos, permitem a deslocação entre divisões.

Ver Artigos

Placas radiantes:

O aquecimento do ar é feito através de infravermelhos, ou seja, por transmissão de ondas eletromagnéticas. Desta forma existe uma propagação consistente e homogénea do calor uma vez que o que aquece não é o ar mas sim os objetos. Trata-se de uma forma de aquecimento mais “limpa” do que outras uma vez que a inexistência de circulação de ar, assegura menor propagação de bactérias, fungos ou poeiras. Há também um maior controlo na velocidade da perda de calor um a vez que os objetos aquecidos perdem calor mais lentamente do que o ar.

Termoventiladores:

O ar é aquecido através de uma resistência elétrica e propagado por uma ventoinha. As principais vantagens deste tipo de aquecimento, são a portabilidade, devido ao tamanho reduzido, e o aquecimento direcionado, uma vez que são particularmente eficazes em áreas reduzidas.

Ver Artigos

Emissores Térmicos:

Os emissores térmicos, ou termoelétricos, são equipamentos de instalação fixa e dividem-se em 3 tipos:

  • De tecnologia seca – Constituídos por uma estrutura de alumínio e resistência interna que aquece o emissor. Rápidos no aquecimento e na instalação.
  • De fluido - Constituídos por uma estrutura de alumínio e resistência que por sua vez aquece o fluido interno. Menos rápidos no aquecimento mas mais eficientes na manutenção do calor.
  • De Cerâmica – Constituídos por uma estrutura de alumínio e resistência que procede ao aquecimento de uma pedra de cerâmica interna. Menos rápidos no aquecimento mas mais eficientes na manutenção do calor. Permitem qualquer tipo de instalação.

Em todos os tipos de emissores o princípio de funcionamento passa pelo aquecimento elétrico do emissor que assegura a propagação do calor. A grande vantagem passa sobretudo pela programação, e consequente manutenção de uma determinada temperatura na divisão. Tenha em conta que são necessários 100W por m2 para conseguir um desempenho adequado, meça a divisão que pretende aquecer e faça a sua escolha.

Ver Artigos

Climatizadores

Os climatizadores podem apresentar até 4 funções num único aparelho. Frio, Calor, Purificação e humidificação do ar. Opte por um modelo que tenha sistema de aquecimento e refrigeração para conseguir beneficiar do equipamento durante todo o ano.

Ver Artigos

Desumidificadores

Excelentes aliados da saúde. Não aquecem diretamente mas retiram a humidade de dentro das divisões onde estão ligados. A humidade pode provocar doenças circulatórias, de pele ou respiratórias. Para evitá-las, mantenha a humidade relativa da sua casa sempre no seu nível ótimo (entre os 40 e os 60%) com a ajuda de um desumidificador.

Ver Artigos

Purificadores de Ar

Os purificadores têm a seu cargo a função de melhorar o ambiente, destruindo contaminantes químicos e alergénios. Além de limparem o ar, desodorizam e são fáceis de utilizar.

Ver Artigos

Ar Condicionado

Os aparelhos de Ar Condicionado primam pela versatilidade. Não só asseguram o aquecimento como o arrefecimento de uma casa. São bastante eficientes quando o assunto é colocar uma habitação à temperatura ideal. Subdividem-se em três tipologias:

  • Split – ideais para climatizar uma divisão/área.
  • Mutisplit - indicados para climatizar mais do que uma divisão/área.
  • Portáteis – ideais para quem pretende alternar a climatização entre divisões/áreas.

Garantem um rápido aquecimento do ar e permitem a programação de determinada temperatura na divisão e/ou casa.

Ver Artigos

Salamandras

As Salamandras aquecem a casa através da queima de pellets ou lenha. Funcionam a eletricidade e podem ser não ventiladas ou ventiladas, sendo que as ventiladas permitem uma gestão mais eficaz da combustão, o que permite otimizar o rendimento dos pellets ou lenha.

O material de fabrico deve ser tido em conta. As Salamandras de aço são leves e garantem um aquecimento mais rápido mas não são tão eficientes no que diz respeito à acumulação do calor. Escolher uma com interior refratário (tijolo refratário) pode ser uma opção mais eficiente. As de ferro fundido são duradouras e mais eficientes na acumulação e emissão do calor mas são mais pesadas.

Ver Artigos

Aquecimento Têxtil

O aquecimento têxtil é o aquecimento, elétrico ou não, por via de mantas, cobertores, almofadas etc. Este tipo de aquecimento é ideal para zonas especificas do corpo ou de uma zona da casa. Os equipamentos que funcionam a eletricidade dispõem na sua maioria de diferentes níveis de intensidade e de sistemas de segurança.

Ver Artigos

Aquecimento de WC

Funcionam a eletricidade mas podem ter diferentes sistemas de aquecimento. A principal característica deste tipo de equipamento é o tamanho reduzido e o design adequado para wc.

Ver Artigos

Aquecimento Exterior

Os equipamentos para aquecimento de exteriores não só garantem o conforto como são valorizados elementos de design num espaço outdoor. Podem ser de chão ou de pé e ter diferentes sistemas de aquecimento. A segurança e a portabilidade deverão ser as principais preocupações a ter em conta.

Ver Artigos

Esquentadores

Os esquentadores funcionam a gás por isso, ao optar por um, terá que ser um modelo que funcione com o tipo de gás que tem instalado em casa (Butano, Propano ou Natural). É fundamental ter em conta o número de pessoas da habitação, o número de divisões que necessitam de aquecimento de água, a distância a que estas se encontram do aparelho, se é ou não pretendida a utilização simultânea do mesmo, entre outras, para garantir que compra um equipamento com a capacidade adequada. Nos esquentadores a capacidade é medida em litros e significa a quantidade de água que o esquentador permite aquecer por minuto e que pode variar entre os 5 e os 27 litros.

Se ainda tem dúvidas sobre esquentadores aceda á nossa página: Dicas para escolher um esquentador

Ver Artigos

Termoacumuladores

Aquecem a água através de uma resistência elétrica, sem combustão. Esta é armazenada numa cuba, ou depósito, que pode ser horizontal, vertical ou reversível e variar entre os 50 e os 200L. O número de utilizadores, de divisões para utilização simultânea e a distância a que o termoacumulador está das mesmas, vão determinar a capacidade e potência adequadas. No entanto tenha também em conta o revestimento e isolamento do depósito para prevenir problemas de corrosão e perda de calor, respetivamente.

Ver Artigos

Painéis Solares

Os painéis solares transformam a energia do sol noutro tipo de energia e dividem-se, essencialmente, em dois tipos:

  • Térmicos – convertem a radiação solar diretamente em energia térmica, utilizada para o aquecimento de água. Nos sistemas do tipo termossifão, compostos por painéis solares planos e depósitos de água que se encontram na parte superior dos painéis, a poupança média na energia consumida para aquecer água é de 70%. Esta é uma forma de produção energética totalmente ecológica, sem produzir qualquer tipo de resíduo e a recuperação do investimento pode ser bastante rápida, quase sempre abaixo dos 10 anos.
  • Fotovoltaicos - Transformam diretamente a energia solar em energia elétrica, que pode ser utilizada para aquecimento de água e outros fins. Uma solução, sem risco, com uma poupança potencial de 40% na fatura de eletricidade, com uma vida útil de até 25 anos.

Bombas de Calor

As bombas de calor usam a tecnologia dos frigoríficos e ar condicionados para produzir frio, calor e água quente, extraindo calor ou frio do ar ambiente. Devem ser instaladas em divisões que assegurem temperaturas entre os 3º e os 32º C, obtendo calor do ar para aquecer a água, consumindo uma quantidade mínima de energia. Consomem muito menos eletricidade de que outros aparelhos elétricos de produção de água quente, tendo uma alta eficiência energética. Retiram energia do ar exterior para converter em conforto na habitação, de forma natural, protegendo o meio ambiente e favorecendo a poupança energética superior a 70%.

Ver Artigos

Produtos Comparados

Limpar Tudo

Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.×