Dicas para escolher um Fogão

A escolha de um fogão, que pode parecer à partida algo bastante simples, pode na realidade ser complexa. Ao ser feita a escolha correta, esta pode representar uma grande poupança a nível económico, mas sobretudo de tempo. Caso faça a escolha adequada face ao tipo de utilização, às características da sua família e até o espaço de que dispõe, o tempo passado na cozinha pode tornar-se bastante mais reduzido do que se optasse apenas entre fatores como preço ou estética. Saiba como escolher o fogão ideal.

1º - Que tipo de Fogão escolher?

Existem vários tipos de fogões disponíveis para compra (a Gás - Butano, Propano ou Natural, elétricos e mistos), mas é essencial que a primeira fase da sua escolha se compreenda entre os modelos do tipo que pode efetivamente instalar em sua casa. Caso disponha de instalação de gás Natural (e não pretenda mudar), é apenas dentro dos modelos que funcionem a gás natural que deve fazer a sua escolha. Pode sempre optar por modelos elétricos, ou mistos que funcionem com o tipo de gás que tem em casa, bastando para isso analisar se a potência contratada é suficiente para comportar a potência de mais um grande eletrodoméstico na sua cozinha. Feita a escolha não se esqueça de medir o fogão (altura, largura e profundidade), e o espaço na sua cozinha onde pretende colocá-lo.

2º - Que tipo de utilização faz?

É importante analisar a utilização habitual que faz do seu fogão para fazer uma escolha compatível. Para isto há que ter em conta sobretudo o tipo de cozinhados e consequentemente o número de queimadores que ocupa habitualmente. Se cozinha com frequência as proteínas no forno e o fogão serve mais para cozinhar os acompanhamentos, o número de queimadores pode ser mais reduzido. Caso as suas refeições habituais sejam preparadas ocupando pelo menos 3 queimadores do fogão, talvez seja melhor optar, no mínimo, por um de 5 queimadores. O número de pessoas para quem cozinha é igualmente importante pois vai influenciar o tamanho dos tachos e panelas e consequentemente traduzir-se na necessidade de ter um número maior de queimadores.

3º - Outros Fatores (Preço, Limpeza,Eficiência...)

A frequência com que cozinha também deve ser tida em conta na escolha de um fogão uma vez que vai influenciar fatores tais como a limpeza, a eficiência ou a versatilidade dos equipamentos. Os fogões a gás representam a escolha mais económica para quem cozinha com frequência diária uma vez que são os mais baratos de adquirir. Já no que toca a eficiência e limpeza perdem para os modelos a indução ou vitrocerâmica que aquecem com maior rapidez e permitem também um maior controlo das temperaturas. No campo da segurança os modelos a indução representam a escolha mais segura para quem tem crianças. No que toca a versatilidade os modelos a gás aceitam qualquer tipo de tachos e panelas.

Melhor vs Pior
Limpeza
Indução Gás
Versatilidade
Gás Indução
Eficiência
Indução Vitrocerâmica
Segurança
Indução Gás


Produtos Comparados

Limpar Tudo

Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.×