Assassin's Creed

Assassin's Creed:
Os Assassinos estão de volta

Apesar do primeiro jogo ter sido lançado em 2007, Assassin’s Creed tem continuado a surpreender os fãs com a sua história. Depois do lançamento de Assassin’s Creed: Origins em 2017, já é esperado um novo lançamento em 2018. Assassin’s Creed: Odyssey está já disponível na Worten em pré-venda.

SAIBA MAIS VER ARTIGOS

Assassin's Creed:
Os Assassinos estão de volta

Apesar do primeiro jogo ter sido lançado em 2007, Assassin’s Creed tem continuado a surpreender os fãs com a sua história. Depois do lançamento de Assassin’s Creed: Origins em 2017, já é esperado um novo lançamento em 2018. Assassin’s Creed: Odyssey está já disponível na Worten em pré-venda.

Assassin's Creed: Odyssey

Com data de lançamento esperada para 5 de outubro, Assassin’s Creed: Odyssey já está confirmado para PS4, Xbox One e PC. Sucessor de Assassin’s Creed: Origins, este novo jogo passa-se durante 431 a.C. na Grécia Antiga e por isso, antes dos acontecimentos de Origins. É também conhecido como o segundo capítulo da Saga de Layla. Com a Guerra do Peloponeso como pano de fundo, pode contar com a hipótese de escolher uma de duas personagens: Alexios ou Kassandra. Qualquer um será introduzido no jogo como mercenário e descendente do Rei de Esparta, Leónidas I. Irá herdar a lança quebrada do Rei que é forjada em espada, de forma a transformar-se numa arma que confere poderes especiais durante o combate.

O jogador poderá ainda escolher por qual cidade-estado irá combater: Atenas e a Liga de Delos ou Esparta e a Liga do Peloponeso. De volta está ainda o modo de combate naval, uma vez que o jogador vai ter acesso a navios de guerra para explorar o Mar Egeu.

Assassin's Creed: Odyssey

Com data de lançamento esperada para 5 de outubro, Assassin’s Creed: Odyssey já está confirmado para PS4, Xbox One e PC. Sucessor de Assassin’s Creed: Origins, este novo jogo passa-se durante 431 a.C. na Grécia Antiga e por isso, antes dos acontecimentos de Origins. É também conhecido como o segundo capítulo da Saga de Layla. Com a Guerra do Peloponeso como pano de fundo, pode contar com a hipótese de escolher uma de duas personagens: Alexios ou Kassandra. Qualquer um será introduzido no jogo como mercenário e descendente do Rei de Esparta, Leónidas I. Irá herdar a lança quebrada do Rei que é forjada em espada, de forma a transformar-se numa arma que confere poderes especiais durante o combate.

O jogador poderá ainda escolher por qual cidade-estado irá combater: Atenas e a Liga de Delos ou Esparta e a Liga do Peloponeso. De volta está ainda o modo de combate naval, uma vez que o jogador vai ter acesso a navios de guerra para explorar o Mar Egeu.

Assassin’s Creed: Origins

Com críticas bastante favoráveis aquando do seu lançamento, Assassin’s Creed: Origins baseia-se na origem da Ordem dos Assassinos. Depois da duologia Unity e Syndicate em 2014, a ação do jogo passa para o Egito. Durante o reinado de Ptolemeu XIII e enquanto este tenta expandir o seu reino, começam a surgir insurreições provocadas pela deposição de Cleópatra. As incursões frequentes de Júlio César e o risco de possível invasão, também contribuem para que exista uma maior revolta entre o povo. Bayek e Aya entram em contacto com as forças secretas que manipulam estes eventos, tornando-se nos primeiros Assassinos.

O jogador pode controlar as duas personagens principais: Bayek e a sua mulher Aya. Nesta nova história de Assassin’s Creed, encontra ainda modos de jogos semelhantes a jogos anteriores. Por exemplo, o modo “eagle vision”, combate naval e exploração subaquática estão de volta a esta série.

Assassin’s Creed: Origins

Com críticas bastante favoráveis aquando do seu lançamento, Assassin’s Creed: Origins baseia-se na origem da Ordem dos Assassinos. Depois da duologia Unity e Syndicate em 2014, a ação do jogo passa para o Egito. Durante o reinado de Ptolemeu XIII e enquanto este tenta expandir o seu reino, começam a surgir insurreições provocadas pela deposição de Cleópatra. As incursões frequentes de Júlio César e o risco de possível invasão, também contribuem para que exista uma maior revolta entre o povo. Bayek e Aya entram em contacto com as forças secretas que manipulam estes eventos, tornando-se nos primeiros Assassinos.

O jogador pode controlar as duas personagens principais: Bayek e a sua mulher Aya. Nesta nova história de Assassin’s Creed, encontra ainda modos de jogos semelhantes a jogos anteriores. Por exemplo, o modo “eagle vision”, combate naval e exploração subaquática estão de volta a esta série.

Saga Kenway: Assassin’s Creed III, Black Flag e Rogue

Dentro da saga da família Kenway, encontra a trilogia de jogos que se passam em solo americano. Com o primeiro jogo a ser lançado em 2012, Assassin’s Creed III conta a história de Haytham Kenway e Ratonhnhaké:ton, ambos assassinos da Ordem. O jogo ocorre durante 1754 e 1783, mais precisamente entre a Guerra dos Sete Anos e a Revolução Americana. Foi um dos jogos que permitiu concluir a história de Desmond Miles, a personagem inicial da série. Assassin’s Creed IV: Black Flag, tem como personagem principal o pai de Kenway, Edward Kenway, um oficial britânico que se transforma em pirata e que se torna também num Assassino. Já Assassin’s Creed: Rogue incorpora os elementos navais estabelecidos em Black Flag e mantém a ligação a Haytham Kenway. Mantendo como história de fundo a Guerra dos Sete Anos, especialmente o conflito Franco-indígena, o jogo segue Shay Cormac e o seu envolvimento com os Assassinos, mas também com os Templários.

Assassin’s Creed III: Liberation foi primeiramente lançado em 2012 para Playstation Vita e só em 2014 para as restantes plataformas. Apesar de se passar em solo americano tal como os primeiros jogos não existe uma ligação óbvia com as personagens Kenway. Porém, é para muitos fãs parte da Saga Kenway.

Saga Kenway: Assassin’s Creed III, Black Flag e Rogue

Dentro da saga da família Kenway, encontra a trilogia de jogos que se passam em solo americano. Com o primeiro jogo a ser lançado em 2012, Assassin’s Creed III conta a história de Haytham Kenway e Ratonhnhaké:ton, ambos assassinos da Ordem. O jogo ocorre durante 1754 e 1783, mais precisamente entre a Guerra dos Sete Anos e a Revolução Americana. Foi um dos jogos que permitiu concluir a história de Desmond Miles, a personagem inicial da série. Assassin’s Creed IV: Black Flag, tem como personagem principal o pai de Kenway, Edward Kenway, um oficial britânico que se transforma em pirata e que se torna também num Assassino. Já Assassin’s Creed: Rogue incorpora os elementos navais estabelecidos em Black Flag e mantém a ligação a Haytham Kenway. Mantendo como história de fundo a Guerra dos Sete Anos, especialmente o conflito Franco-indígena, o jogo segue Shay Cormac e o seu envolvimento com os Assassinos, mas também com os Templários.

Assassin’s Creed III: Liberation foi primeiramente lançado em 2012 para Playstation Vita e só em 2014 para as restantes plataformas. Apesar de se passar em solo americano tal como os primeiros jogos não existe uma ligação óbvia com as personagens Kenway. Porém, é para muitos fãs parte da Saga Kenway.

Trilogia Ezio: Assassin’s Creed II, Brotherhood e Revelations

A trilogia dedicada a Ezio Auditore da Firenze, foi lançada em 2009 com Assassin’s Creed II. Sendo um dos antepassados de Desmond Miles, Ezio torna-se na personagem principal desta nova série de jogos dando lugar à renascença italiana e a personagens históricas desta época, como é caso do jovem Leonardo Da Vinci, os Bórgias e até os Medici. Em Assassin’s Creed II, Ezio começa o seu treino como assassino, depois de um golpe violento contra a sua família. Em Assassin’s Creed: Bortherhood, Ezio é já um Mestre dentro da Ordem dos Assassinos e inicia o recrutamento de outras associações de assassinos em Roma, construindo assim uma irmandade. Já Assassin’s Creed: Revelations inicia-se imediatamente após os eventos de Brotherhood e segue tanto Ezio como Altaïr Ibn-La'Ahad, o Mestre Assassino dos primeiros jogos. Revelations é a conclusão dos acontecimentos que se iniciaram em Assassin’s Creed II.

Nesta trilogia, o jogador pode viver e respirar o famoso Ezio Auditore da Firenze, entrar no mundo dos assassinos e aprender a lidar com eles de forma a conseguir a vingança desejada. É possível viajar pelo século XV, passando pela fase do Renascimento Italiano, até ao século XVI, depois da queda de Constantinopla.

Trilogia Ezio: Assassin’s Creed II, Brotherhood e Revelations

A trilogia dedicada a Ezio Auditore da Firenze, foi lançada em 2009 com Assassin’s Creed II. Sendo um dos antepassados de Desmond Miles, Ezio torna-se na personagem principal desta nova série de jogos dando lugar à renascença italiana e a personagens históricas desta época, como é caso do jovem Leonardo Da Vinci, os Bórgias e até os Medici. Em Assassin’s Creed II, Ezio começa o seu treino como assassino, depois de um golpe violento contra a sua família. Em Assassin’s Creed: Bortherhood, Ezio é já um Mestre dentro da Ordem dos Assassinos e inicia o recrutamento de outras associações de assassinos em Roma, construindo assim uma irmandade. Já Assassin’s Creed: Revelations inicia-se imediatamente após os eventos de Brotherhood e segue tanto Ezio como Altaïr Ibn-La'Ahad, o Mestre Assassino dos primeiros jogos. Revelations é a conclusão dos acontecimentos que se iniciaram em Assassin’s Creed II.

Nesta trilogia, o jogador pode viver e respirar o famoso Ezio Auditore da Firenze, entrar no mundo dos assassinos e aprender a lidar com eles de forma a conseguir a vingança desejada. É possível viajar pelo século XV, passando pela fase do Renascimento Italiano, até ao século XVI, depois da queda de Constantinopla.

Assassin’s Creed

Lançado em 2007, Assassin’s Creed centrou-se na história de Desmond Miles e na do seu antepassado Altaïr Ibn-La'Ahad, que viveu na Terra Santa durante a Terceira Cruzada. Desmond Miles é raptado pela Abstergo Industries para ser utilizado como cobaia no projeto “Animus”, um sistema que permite simular a memória genética. Abstergo pretende assim reviver as memórias de Altaïr Ibn-La'Ahad, membro da Ordem dos Assassinos em 1191, de forma a conseguir localizar os Pedaços de Éden. Com presença nas principais plataformas, Assassin’s Creed foi considerado um dos jogos do ano em 2007, recebendo críticas bastante positivas pela sua história e jogabilidade.

Com dez jogos principais e alguns spin-offs, adaptações para livros e um filme, Assassin’s Creed tornou-se numa das séries de jogos mais conhecida e popular de sempre.

Assassin’s Creed

Lançado em 2007, Assassin’s Creed centrou-se na história de Desmond Miles e na do seu antepassado Altaïr Ibn-La'Ahad, que viveu na Terra Santa durante a Terceira Cruzada. Desmond Miles é raptado pela Abstergo Industries para ser utilizado como cobaia no projeto “Animus”, um sistema que permite simular a memória genética. Abstergo pretende assim reviver as memórias de Altaïr Ibn-La'Ahad, membro da Ordem dos Assassinos em 1191, de forma a conseguir localizar os Pedaços de Éden. Com presença nas principais plataformas, Assassin’s Creed foi considerado um dos jogos do ano em 2007, recebendo críticas bastante positivas pela sua história e jogabilidade.

Com dez jogos principais e alguns spin-offs, adaptações para livros e um filme, Assassin’s Creed tornou-se numa das séries de jogos mais conhecida e popular de sempre.

Produtos Comparados

Limpar Tudo

Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.×