youtube
social media
digital culture

13 anos de YouTube

13 canais que tens de subscrever

São os primeiros 18 segundos de “vida” do YouTube. “Me at the zoo”, assim se intitula o vídeo em que um dos co-fundadores do YouTube, Jawed Karim aparece a falar num jardim zoológico em frente a alguns elefantes. E que hoje faz parte da história da Internet, tendo completado no dia 23 de abril 13 anos.

Depois disso, muito mudou e ao longo dos anos foram muitos os que começaram a produzir conteúdos especificamente para o YouTube e, em última análise, a viver disso mesmo. Em 13 anos tornou-se uma plataforma com mais de mil milhões de utilizadores e com mil milhões de horas de visualização diária.

São muitos os canais que, em pouco mais de uma década, têm feito história. Mais curta ou mais longa, nunca se sabe bem, a não ser à medida que o tempo passa. Como escolher o que ver, então? Não há verdades absolutas, sobretudo num meio tão dinâmico, mas deixamos algumas sugestões que valem o teu tempo.

Simone Giertz

Esta sueca de 27 anos ganha a vida no YouTube a criar e filmar robôs. Mas não são quaisquer robôs: são maus robôs (“shitty robots”, como ela lhes chama).

Juntando a comédia a alguma engenharia primária, Simone produz vídeos em que filma os robôs que constrói e que permanentemente falham em concretizar o objetivo para que foram construídos: desde um despertador mecânico (em que um robô estrategicamente colocado por cima da sua cama a acorda com violentas bofetadas), a um “robô-manicure”, por exemplo.

N.º de subscritores: 980 mil

Nerdwriter1

O CNET, site de referência na área da tecnologia, escreveu em 2017 que Evan Puschak, criador do Nerdwriter1, está a “fazer YouTube para pessoas inteligentes”.

E, de facto, podemos dizer que é isso que Evan faz com regularidade. Cinema, ciência, pintura, política, humor: os vídeos do Nerdwriter são autênticos ensaios sobre a sua visão do mundo e de cada uma destas áreas que impactam a vida de todos nós.

N.º de subscritores: 2,1 milhões

Casey Neistat

Talvez a melhor forma de definir o canal de Casey Neistat seja: muito mais do que um tipo que faz vídeos sobre tecnologia. É verdade que grande parte do conteúdo produzido por Neistat tem a tecnologia como pano de fundo, seja ele um unboxing de uma nova consola de videojogos ou um vídeo em que ele experimenta um drone.

Contudo, o que também não deixa de ser verdade é que Casey tem quase que uma linguagem visual muito própria, quase como se fosse possível perceber se um vídeo é ou não dele, sem saber de antemão a sua autoria.Está há oito anos no YouTube e é, sem sombra de dúvidas, uma das mais cintilantes estrelas da plataforma desde a sua criação.

N.º de subscritores: 9,3 milhões

Binging with Babish

Imagina um canal de YouTube em que um cozinheiro tenta recriar os pratos que são retratados em filmes e séries.

Pois. É exatamente isso que Binging with Babish, um canal que funciona basicamente como um programa de culinária online, pretende fazer. As costeletas que Frank Underwood devora em House of Cards, o Big Kahuna Burger do Pulp Fiction, o “molho da prisão” de Goodfellas ou o ratatouille do filme de animação com o mesmo nome são só alguns dos exemplos deste canal para foodies com gosto por cinema e séries.

N.º de subscritores: 2,5 milhões

Tifo Football

O Mundial de 2018, na Rússia, está à porta. Por isso, nada melhor do que um canal sobre futebol para perceberes melhor os contornos do desporto mais popular do mundo.

Mas o Tifo não é um canal qualquer. Ao rigor técnico-tático na análise aos mais variados temas do jogo, junta uma linguagem acessível e um visual muito marcado. Podes encontrar a explicação pela qual o Manchester City contratou tantos defesas-laterais no verão, um resumo de como foi a qualificação das seleções – um pouco por todo o mundo – para o Mundial russo ou a história da transferência de Figo do Barcelona para o Real Madrid, no virar do milénio.

N.º de subscritores: 232 mil

COLORS

Eis um canal com uma proposta relativamente simples: descobrir música que é feita um pouco por todo o mundo de uma forma visualmente... diferente.

O COLORS tem no seu “portfolio” de vídeos artistas que se propõem a tocar um tema, sendo que o cenário que os rodeia é apenas composto por uma cor (cor essa que vai mudando de artista para artista).

N.º de subscritores: 1,1 milhões

Kurzgesagt – In a Nutshell

O niilismo é uma doutrina filosófica que tem como principal característica o ceticismo radical relativamente a tudo o que não seja verificável. É apoiado nesta teoria – mas de uma forma otimista, segundo os seus criadores – que o canal Kurzgesagt – In a Nutshell produz os seus vídeos, procurando dar uma visão do mundo de uma forma pragmática e científica.

O seu lema é “fazer a ciência parecer bonita” e a verdade é que os vídeos são isso mesmo: bonitos. Com recurso a animação, o Kurzgesagt – In a Nutshell explica temas tão díspares e fraturantes como a crise dos refugiados sírios, os limites da humanidade ou as origens do ser humano.

N.º de subscritores: 3,3 milhões

CGP Grey

Geografia, economia, história e cultura são alguns dos temas abordados por este canal que utiliza desenhos simples para explicar assuntos complexos (com uma pitada de humor, é certo).

Entre os seus vídeos mais populares contam-se aqueles em que explica a diferença de nomenclatura de determinadas regiões ou países (Holanda vs. Países Baixos ou Grã-Bretanha vs. Reino Unido vs. Inglaterra), bem como ideias historicamente erradas ou uma solução simples para acabar com... o trânsito.

N.º de subscritores: 3,3 milhões

Rui Unas

O “ganda maluco” da televisão portuguesa é agora o “Lorde” do YouTube. O apresentador e ator Rui Unas tem em Maluco Beleza, o seu talk-show online, um dos mais interessantes projetos do YouTube nacional dos últimos anos.

Ricardo Araújo Pereira, Salvador Sobral, Rita Pereira, William Carvalho ou Ljubomir Stanisic são apenas alguns dos nomes que já se sentaram no sofá do Lorde à conversa com um dos grandes entertainers nacionais.

N.º de subscritores: 367 mil

Bernardo Almeida

Análises, reviews, unboxings, tutoriais tendo sempre a tecnologia como pano de fundo. Eis o canal de Bernardo Almeida, um dos YouTubers portugueses mais impactantes na área da tecnologia.

Os vídeos de tour pelo seu setup são bastante populares, bem como as suas reviews aos mais recentes telemóveis lançados no mercado.

N.º de subscritores: 273 mil

RicFazeres

Um dos YouTubers mais populares deste jardim à beira-mar plantado, RicFazeres é conhecido na plataforma pelos seus vídeos de gaming (em que experimenta e joga vários videojogos) ou pelos tradicionais “desafios”.

Ric tem ainda uma curiosidade “colada” ao seu percurso como YouTuber: durante vários anos conjugou-o com o seu trabalho “diurno” no Metro de Lisboa, num (com toda a certeza complicado) esforço de coordenação entre a criação de conteúdos regulares para a plataforma e um emprego diário.

N.º de subscritores: 573 mil

Môce dum Cabréste

Dário Guerreiro é muito mais do que “um algarvio que faz vídeos”. Humorista e YouTuber desde 2010, este portimonense de gema tem um canal onde analisa questões do mundo com “olhos humorísticos”, faz paródias musicais e em que também pode ser encontrado o seu espetáculo de stand-up a solo, LenDário.

Recentemente lançou uma série de animação no canal, de seu nome Troglodicas, que basicamente consiste no diálogo entre dois homens da caverna sobre situações vividas na pré-história... e daí talvez não.

N.º de subscritores: 185 mil

Produtos Comparados

Limpar Tudo

Utilização de cookies:Ao continuar a sua navegação está a consentir a utilização de cookies que possibilitam a apresentação de serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses.Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.Saiba mais aqui.×